A Voz da Arquibancada

Página 29 de 32 Anterior  1 ... 16 ... 28, 29, 30, 31, 32  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 10 Ago - 19:27

Relembrando a primeira mensagem :

A comissão técnica do América se preocupa tanto com a forma do adversário jogar que se esqueceu de criar o próprio padrão de jogo. Insiste na tentativa de usar o 4-2-3-1, sem considerar o perfil da equipe. Prioriza os treinos de bola parada em vez de qualificar a troca de passes. Os defeitos foram repetidos e ampliados na derrota para o Icasa: Tchô ficou isolado no centro; Pablo, Gilson e Willians mais preocupados em defender do que atacar; André, Vitor Hugo e Guerreiro rifaram os lançamentos; Andrei nem marcou nem avançou; Obina só teve uma oportunidade para finalizar; Ricardinho, com muitos erros de passes e finalizações, continuou improdutivo. Se fosse prata da casa não teria as mesmas chances. Aliás, Núbio Flávio, outro campeão brasileiro sub-20 mal aproveitado no profissional, em poucos minutos produziu mais que Ricardinho.
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 24 Nov - 13:21

Avacoelhada
O acaso protegeu Messias. Depois de ter recusado proposta de empréstimo do Tupi, de Sueliton pedir para ser liberado e do afastamento de Alison por lesão, o promissor zagueiro teve oportunidade no time titular. Sem essas sequências de causas ocasionais, provavelmente o efeito no fim do ano seria a liberação para outro clube ou até fazer parte da parceria com o Guarani. Apesar de a geração vencedora da Taça BH em 2014 ser bastante qualificada, foi mal aproveitada no profissional devido à inexistência dos dois passos da transição. O primeiro, antes dos 20 anos, e o segundo, até completar 23. A maioria subiu quando atingiu o limite de idade, por isso o desenvolvimento físico, tático, comportamental ficou atrasado. Vale lembrar que Patrick Alan foi um dos destaques, e Renatinho, na função correspondente ao ponta de lança, o artilheiro do sub-20.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1403179
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 25 Nov - 10:50

Avacoelhada
O aumento contínuo da lista de dispensas é um dos reflexos da péssima campanha no Brasileirão, em que contratados para reforçar a equipe não justificaram as respectivas contratações. Durante o período treinado por Sérgio Vieira, faltaram líderes entre os jogadores para convencer o grupo na assimilação da nova metodologia, com mais horas trabalhadas no período da manhã. Bruno Teles, Cardoso e Claudinei deveriam ter parado de ser relacionados há mais tempo. Alison, que demorou a perder a titularidade para Messias, oscilou desde 2015. Jonas não teve o dinamismo de um lateral que defende e ataca em alta intensidade. Foi dependente do recuo excessivo do meia-atacante de lado para ajudar na marcação. Em vários jogos, Matheusinho e Osman jogaram mais recuados do que o necessário. Nílson, nas poucas chances que teve, pareceu ser melhor que Michael.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1403596
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 26 Nov - 10:49

Avacoelhada
Talvez o jogo contra o Sport seja o último de Leandro Guerreiro com a camisa do América na Arena do Coelhão, caso não renove o contrato para a próxima temporada. Profissional exemplar, bastante elogiado por todos. Daqueles atletas que são os primeiros a chegar nos dias de treinamentos no Lanna Drumond e os últimos a sair. Christian deve continuar improvisado na lateral direita. Messias e Roger, finalmente, voltarão a jogar juntos. Danilo deveria ser o lateral-esquerdo porque Xavier merece ser escalado na articulação para dividir com Tony a responsabilidade da distribuição das jogadas, assistências e finalizações. Maktom ou Renato Bruno ou Zé Ricardo deveriam pelo menos ser um dos volantes ou até mesmo jogar juntos no meio de campo. Bruno Sávio e Osman poderiam formar a dupla de atacantes velozes sem posições fixas e com bastante movimentação.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1404197
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 27 Nov - 22:38

Avacoelhada
Dos quatro clubes rebaixados na Série A de 2016, três são administrados por um presidente. Logicamente, que as chances de insucesso ou sucesso do presidencialismo são maiores, porque é o modelo mais utilizado. Independentemente do sistema, o mais importante é a estrutura gerencial. Uma das falhas do Conselho de Administração está na admissão do novo integrante. Em vez de ter exercido outros cargos administrativos – diretor das categorias de base, por exemplo –, o primeiro cargo do novato é o de presidente. Nove integrantes é um número bastante excessivo, o que dificulta a tomada de decisões. Também falta a distribuição de tarefas com metas de desempenho. Só participar de reuniões para deliberar o que será executado pelos funcionários é uma atividade básica. Uma das vantagens do presidencialismo são as vice-presidências com funções determinadas.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1404511
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 29 Nov - 10:21

Avacoelhada
O time americano foi bastante competitivo contra o Sport. Messias e Roger provaram que poderiam ter sido utilizados mais vezes. Inexplicavelmente, ficaram ausentes até entre os reservas nos coletivos. Ainda não estão prontos, mas com a sequência de jogos estariam mais bem preparados. Roger participou de duas jogadas de gols, um deles invalidado. Christian teve dificuldades no primeiro tempo, mas se firmou no segundo. O estágio na lateral é importante, porém será mais produtivo no meio campo. Danilo foi o destaque pelo gol marcado e pela força de vontade demonstrada enquanto jogou. Ernandes, Juninho, Tony, Osman e Michael também foram bastante esforçados, porém precisam ser mais produtivos e eficientes. Talvez tenha sido a última partida de Michael pelo América na Arena do Coelhão. O contrato de Ernandes termina em 2017, porém deve ser reavaliado.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1405205
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 1 Dez - 11:00

Avacoelhada

Muitos americanos consideram a Chapecoense referência administrativa para ser seguida pelo América. Apesar dos orçamentos semelhantes, o time catarinense permaneceu na primeira divisão, desde quando subiu há três anos, e pela primeira vez disputaria o título da Sul-Americana. Coincidentemente, de acordo com Wellington Paulo, Fabrício e Emerson, o diretor de futebol Cadu Gaúcho foi um dos volantes do Coelhão em 2001. Kempes sempre foi lembrado por grande parte da torcida como possível reforço. Além de artilheiro, Kempes cobrava dos companheiros alto comprometimento para lutar pelas vitórias. Cleber Santana foi sugerido por mim ao Salum e Alexandre Faria, na gestão anterior, e ao Euler na atual. Seria o veterano, estilo Marco Antônio Boiadeiro, para chamar a responsabilidade e comandar o ritmo do jogo. Aliás, Boiadeiro detestava viajar de avião.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1406268
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 2 Dez - 10:57

Avacoelhada
Embora a permanência de Osman em 2017 seja bastante contestada pela maioria da torcida americana, talvez seja uma aposta válida dos responsáveis pelas decisões sobre o futebol no América. A primeira condição a ser analisada é o custo-benefício. O valor a ser pago à Luverdense pela liberação do atleta e o salário do jogador devem ser compensadores e de acordo com o padrão americano de fazer mais com menos. Na parte técnica, erros de posicionamento, ineficiência nas finalizações e queda de rendimento no segundo tempo foram alguns defeitos demonstrados durante o Brasileirão. Inexperiência em competições da primeira divisão e recuo excessivo a fim de colaborar na marcação são atenuantes para o desempenho abaixo do desejado na Série A. Poderá evoluir, caso seja escalado mais avançado, sem posição fixa no ataque e com mais precisão nas conclusões.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1406722
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 4 Dez - 11:18

Avacoelhada
Victor Emiliano e Pilar, atletas do sub-20 que vão disputar a Copa São Paulo em 2017, foram relacionados por Enderson Moreira para enfrentar o Santos. A simples presença entre os relacionados é importante para começar a ambientação profissional. Emiliano desempenha várias funções no meio campo ou até na lateral esquerda. Pilar é atacante e está no Coelhãozinho desde agosto. Na partida contra o Santos, talvez Jori ou Glauco seja o goleiro. Messias e Roger deverão formar a dupla de zaga. Christian, Renato Bruno, Xavier e Zé Ricardo são opções para o meio, e Bruno Sávio para o ataque. Quando o Planeta América estiver pronto, a meta de aproveitamento das categorias de base deverá ser próxima dos 100%. Na próxima quinta-feira, a partir das 15h, Avacoelhada Sonora no Matriz Casa Cultural, rua dos Guajajaras, 1.353. Ingressos a R$ 10 na portaria.


http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1407653
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 4 Dez - 11:27

Leandro, sempre Guerreiro, despediu-se da torcida americana no jogo contra o Sport. Ao capitão, o nosso reconhecimento de profissional comprometido com a equipe. Com o fim do ciclo do Guerreiro no América, o de outro volante deve ser iniciado. O contrato do Juninho termina em dezembro, e a diretoria americana manifestou interesse na renovação, mas, para a permanência em 2017 ser compensadora, o jogador vai precisar aumentar o rendimento. No Brasileirão, destacou-se mais pela voluntariedade do que pela produtividade. Apesar da grande movimentação, desarmou menos que Leandro Guerreiro. Talvez o desempenho seja melhorado se for orientado para jogar mais bem posicionado, sem avançar tanto. Ainda assim, o custo-benefício da manutenção de Euler seria mais vantajoso, e as possibilidades de evolução do prata da casa, com sete anos de base, maiores.
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 6 Dez - 10:46

Avacoelhada
“O América não para, está sempre em movimento”. Uma “onda verde” tomou conta do Lanna Drumond no sábado passado. Sócios-torcedores, divididos em seis equipes, disputaram partidas de futebol nos campos do centro de treinamento. A participação das americanas foi uma das novidades. Andrea Vieira, Alícia Yoconda e Daniela Rangel comprovaram a viabilidade do futebol feminino e jogaram mais do que alguns sócios, entre eles Guilherme Chaves, reserva do Braulinho. Em 2017, provavelmente o número de torcedoras será maior, com possibilidades de formar pelo menos dois times. A dupla de torcedores estrangeiros presentes no evento foi formada pelo mexicano Sinuhe e pela guatemalteca Alícia – favor não confundir com Alice, zagueira artilheira do profissional idolatrada pelo Ronaldo Rex2. A confraternização foi bastante elogiada pelos participantes.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1408378
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 7 Dez - 11:01

Avacoelhada
Euler foi o volante das categorias de base desde o pré-infantil até o júnior. Neste último ano do sub-20, disputou 26 jogos e foi o artilheiro do time, com seis gols marcados. Mesmo assim, não teve o contrato renovado. O limite máximo da avaliação, de acordo com o histórico de desempenho, sobre a possibilidade da promoção para o profissional deveria ser feito quando o atleta em formação completar 19 anos. Se fosse aprovado, o jogador seria opção para os juniores e para a equipe principal. Em caso de reprovação, perderia a condição de titular para outro atleta com mais potencial de aproveitamento. A parceria com o Guarani poderá ser importante, porém, a análise dos selecionados deve ser bem precisa a fim de evitar utilizar em Divinópolis quem tem condições de ser aproveitado no Lanna Drumond. Amanhã, Avacoelhada Sonora, às 15h, no Matriz.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1408740
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 8 Dez - 10:23

Avacoelhada
Não é só futebol. A instituição América transcende os resultados dentro de campo. Até o lamentável episódio envolvendo a Chapecoense evidenciou a importância da manutenção do espírito esportivo, social e cultural. Dezembro também é o mês das confraternizações de fim de ano promovidas pelos torcedores americanos. No encontro da Avacoelhada, será comemorado os 28 anos da torcida, completados no dia 12 de novembro. Mágico Marcelo, Rena Amado e Beto Arreguy, Cassio Araujo e Banda, André Guimarães e Alexandre Primo, Malu Aires e Iara Andrade, Claudão Pilha (O Melda) são os artistas americanos e convidados que vão se apresentar a partir das 15h até às 20h, no Matriz Casa Cultural, na Olegário Maciel com Guajajaras (Terminal Turístico JK). Ingressos na portaria por R$ 10. Maurílio, americano residente em Goiânia, vai ser um dos presentes no evento.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1409259




avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 9 Dez - 10:47

Avacoelhada
A liberação do Gilson está dentro da normalidade de não aproveitar em 2017 quem teve rendimento abaixo do esperado no Brasileirão. Quando foi recontratado, a expectativa era de o jogador repetir as boas atuações na função de meia-esquerda, mas Danilo foi muito mais eficiente nessa posição. Na lateral, o rendimento do Gilson foi limitado, do mesmo nível do Ernandes improvisado. Danilo tem mais características de ala e se sobressaiu ofensivamente, mesmo assim tem condições de ser readaptado na lateral. Diego, 18 anos, que já jogou de quarto-zagueiro, poderá ser alternativa, mas no primeiro ano de sub-20 dividiu a titularidade com Mateus, que não se destacou, e Michel, que também jogou no meio-campo. Carlos Renato poderia ser uma das opções de aproveitamento no próximo ano, mas o prata da casa virou atacante e o contrato não será renovado.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1409725
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 10 Dez - 10:32

Avacoelhada
Apesar de rebaixado no Brasileirão, o Coelhão foi o único time de BH a ganhar títulos no profissional. Logicamente que na primeira divisão o cavalinho americano foi apenas figurante, praticamente estacionado entre os quatro piores, mas a diferença orçamentária é desproporcional. Só o salário do Fred, revelado no Lanna Drumond, é maior que a metade da folha salarial da equipe americana. Mesmo assim, o América cresceu muito nos últimos anos, comparado as décadas de 70 e 80. Ainda é necessária uma reestruturação administrativa e também física, com a construção do Planeta América. No feminino, venceu a Copa BH e o Mineiro. Embora com orçamentos bem maiores, Atlético e Cruzeiro, lamentavelmente, não reconheceram o empoderamento das mulheres no futebol, enquanto o América, aos poucos, está mudando o curso da própria história por causa da mulher.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1410097
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 11 Dez - 11:09

Avacoelhada
Enderson Moreira vai escalar contra o Santos um time renovado, devido às férias de alguns titulares e à não renovação de outros. Treinadores acostumados a trabalhar com jogadores das categorias de base e torcedores defensores do aproveitamento dos pratas da casa sabem que, nessas circunstâncias, o que menos importa é o resultado. A maioria dos escalados neste último jogo poderia ter sido utilizada mais vezes, desde que a permanência na Série A passou a ser uma missão praticamente impossível. O mais importante vai ser a demonstração de potencial dos estreantes para futuro aproveitamento em 2017. Diego e Xavier, que pela primeira vez jogará no meio-campo, vão compor o lado esquerdo. Talvez seja mais produtivo utilizar Renato Bruno aberto pela direita, com Osman mais avançado pelo centro. Zé Ricardo, Victor Emiliano e Bruno Sávio também são opções.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1410427
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 13 Dez - 10:47

Avacoelhada
Alguns torcedores comentaram que o América seria goleado pelo Santos, quando foi anunciada a intenção do Enderson Moreira em escalar pela primeira vez um time formado por sete pratas da casa entre os titulares. A utilização em situações emergenciais de atletas em processo de formação pode provocar o efeito colateral de queimação, por parte dos que acreditam em jogadores prontos, independentemente da idade. O adversário jogaria dentro de casa, com a equipe principal e em busca do vice-campeonato, enquanto o Coelhão teria só uma semana de treinamentos. Apesar da situação de alto risco e da falta de entrosamento, os mais jovens comprovaram o potencial de evolução e que deveriam ter sido utilizados mais vezes nesta temporada a fim de formar uma base para o Mineiro e Primeira Liga de 2017. Hélder, Michael e Osman mantiveram o baixo desempenho.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1411253
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 14 Dez - 10:36

Avacoelhada
Uma das temáticas de 2017 será sobre a mudança no sistema de gestão do América. A redução do número de componentes do conselho administrativo, de nove integrantes para cinco ou três componentes, ou a volta do presidencialismo serão temas recorrentes durante o próximo ano. Ainda há os que defendem a antecipação da próxima eleição, que está prevista para dezembro do ano que vem. Talvez a melhor opção seja um triunvirato, em que os três principais gestores dividirão a responsabilidade do planejamento das metas de desempenho dos executores. Deste modo, as decisões poderão ser mais rápidas e acertadas sem depender da aprovação ou reprovação de tantos membros. As categorias de base também deveriam ser gerenciadas na parte administrativa por conselheiros ou sócio-torcedores. Assim, novas lideranças seriam amadurecidas a fim de futuro aproveitamento.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1411698
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 15 Dez - 10:56

Avacoelhada
Enderson Moreira declarou que a solução dos problemas do América não deve ser apenas os meninos da base, porque eles não podem ser os protagonistas de uma equipe profissional. Estão mais para coadjuvantes sem a responsabilidade de serem decisivos. Embora seja um pensamento padronizado, ainda assim, a mesclagem dos mais novos com mais experientes é bastante aceitável, desde que o nível técnico dos contratados seja muito superior ao do atleta sub-23 em formação. O contratado precisa ser um verdadeiro reforço, para tomar conta da posição e assumir o protagonismo. Só o baixo desempenho do Michael justifica a liberação do jogador. A contratação do Hugo, o reaproveitamento do Rubens e talvez a alternativa do Pilar são outros fatores agravantes. O centroavante Hugo terá a missão de ser o principal ou um dos artilheiros do time americano em 2017.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1412149
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 16 Dez - 11:06

Avacoelhada
Danilo foi um dos poucos destaques do América em 2016. Nas finais do Mineiro, saiu do banco de reservas para marcar três gols, entre eles o do título, contra o Atlético. No Brasileirão, conquistou a titularidade na meia-esquerda, foi o que mais acertou finalizações, o artilheiro do time na Série A, com quatro gols marcados, e o da temporada com dez. Apesar de prata da casa, quase foi mais um da base desperdiçado no profissional. Depois do empréstimo ao Anápolis-GO, Paulo Comelli observou o atleta nos treinos no Lanna Drumond e solicitou a reintegração. Enderson Moreira também deverá observar, no início de 2017, os que estavam emprestados e vão retornar ao clube. Renatinho, camisa 10, artilheiro, tem potencial para ser reaproveitado. David Silva, Danylinho, Diego, Dopô, Marcelinho e Patrick Alan são promissores com chances de reaproveitamento.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1412648
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 17 Dez - 11:17

Avacoelhada
O América perdeu a capacidade de contratar jogadores conhecidos, qualificados e com histórico vencedor em grandes clubes. Hamilton e Robson, em 1993, Pintado, Boiadeiro e Tupãzinho, em 1997, Zé Afonso, Palhinha e novamente Pintado, em 2000, são exemplos de reforços que fizeram a diferença e conquistaram títulos. O possível retorno do Renan Oliveira comprova a dificuldade de encontrar novas opções. Renan é qualificado tecnicamente, tem habilidade, mas passa a impressão que falta ambição profissional. Parece ser daqueles jogadores que tanto faz ganhar ou perder, jogar ou ser reserva. Se fosse mais vibrante, competitivo e tivesse mais paixão por vencer, provavelmente teria sido titular em grandes clubes do Brasil e do exterior. Caso seja contratado, será preciso mudar a postura e assumir a responsabilidade de ser um atleta com atitude vencedora.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1413305
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Seg 19 Dez - 0:19

Avacoelhada
Desde a coluna De Letra do Miguel Santiago nos anos 80, um dos assuntos mais debatidos na torcida americana foi sobre o aproveitamento dos pratas da casa ou da legião estrangeira (expressão utilizada para se referir ao grande número de contratados). Depois de o Coelhão ter conquistado o campeonato mineiro em 2001, com uma equipe predominantemente formada por jogadores da base, e ter caído no Brasileirão, com um time cheio de desconhecidos indicados pelo Lula Pereira, o termo barca começou a ser utilizado para simbolizar a excessiva quantidade de contratações, que não deram resultados dentro de campo e aumentaram as despesas. O grande dilema é que para se formar um time mesclado, as contratações precisam ter qualidade técnica elevada a fim de ser o suporte dos pratas da casa, mas o desempenho da maioria dos contratados está nivelado por baixo.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1413564
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 20 Dez - 10:46

Avacoelhada
A possível negociação entre América e Atlético envolvendo troca de jogadores precisa ser diferente da parceria americana com o Guarani. Os relacionados para jogar em Divinópolis serão atletas formados nas categorias de base do Coelhãozinho, que não estão nos planos imediatos de Enderson Moreira, mas terão oportunidades em outro clube. O Coelhão precisa de reforços qualificados, prontos para serem titulares e mais bem preparados e experientes que os nossos pratas da casa sub-23. Entre os atleticanos, apesar de não ter a possibilidade de retorno financeiro para o América numa futura negociação, o perfil de Rafael Moura, atleta rodado com participações em competições de alto nível, é que mais poderá atender às necessidades do time dentro de campo: Para quem disputou a Série A com Michael de centroavante, será uma melhoria bastante qualitativa.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1414266
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 21 Dez - 10:46

Avacoelhada
Pode até dar errado porque toda contratação envolve riscos, mas pelo menos Gerson Magrão é um jogador experiente, sem ser ex-atleta em atividade, que já atuou em grandes clubes e disputou competições de alto rendimento. Versatilidade, qualidade técnica, nível dos clubes anteriores, comportamento extracampo, experiência em campeonatos de nível elevado, custo e prazo de contrato nem sempre funcionam na prática, porém são critérios importantes. Diferentemente de apostas em desconhecidos e inexperientes, que são contratados para fazer estágios de aprimoramento, Magrão tem o perfil do contratado com a obrigação de dar retorno nas primeiras partidas. Versátil, jogou de lateral-esquerdo, volante e meia-esquerda. No América, deverá jogar pelo lado, para formar com o lateral dupla de marcadores e apoiadores e completar a linha ofensiva de três meias.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1414635
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 22 Dez - 10:53

Avacoelhada
A transação entre América e Atlético seria mais aceitável se o valor da venda do Danilo fosse superior a R$ 700 mil ou, pelo menos, mais um jogador atleticano, com mais experiência que o Alex Silva, fosse envolvido na negociação. Danilo possui a vantagem competitiva de ter sido o artilheiro americano em 2016, devido a força e qualidade na finalização, e foi um dos poucos que se destacou no Brasileirão. Será ainda mais valorizado quando também marcar gols em cobranças de faltas. Vale lembrar que, apesar de não ter se destacado feito Danilo, umpercentual menor dos direitos econômicos do Bryan foi vendido para o Cruzeiro por quase o mesmo preço. A fim de atender o pedido de Enderson Moreira, Renan Oliveira deveria fazer parte dos emprestados. Alex Silva, ex-jogador do Coelhãozinho que optou pelo Galinho, está mais para promessa do que realidade.
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 23 Dez - 10:50

Avacoelhada
Se Alex Silva tivesse permanecido na base do América, em vez de ter optado pelo Atlético, talvez estivesse em situação mais destacada na carreira ou nas mesmas condições de outros pratas da casa promovidos sem chances no profissional. Mas, no fim das contas, a tentativa de encontrar atalho para o sucesso resultou no aumento do percurso e retorno ao ponto de partida no Lanna Drumond. De acordo com a declaração de Enderson Moreira sobre os sub-23 serem mais coadjuvantes do que protagonistas, provavelmente Alex Silva terá que disputar a titularidade com outro jogador mais experiente na lateral direita ou esquerda. Hélder tem contrato até maio de 2017, porém demonstrou defeitos na marcação e nos cruzamentos. Marcelinho ou Danylinho poderia ser utilizado no Mineiro e na Primeira Liga para tentar reduzir a necessidade de outro lateral na Série B.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1415275
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 29 de 32 Anterior  1 ... 16 ... 28, 29, 30, 31, 32  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum