A Voz da Arquibancada

Página 31 de 32 Anterior  1 ... 17 ... 30, 31, 32  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 10 Ago - 19:27

Relembrando a primeira mensagem :

A comissão técnica do América se preocupa tanto com a forma do adversário jogar que se esqueceu de criar o próprio padrão de jogo. Insiste na tentativa de usar o 4-2-3-1, sem considerar o perfil da equipe. Prioriza os treinos de bola parada em vez de qualificar a troca de passes. Os defeitos foram repetidos e ampliados na derrota para o Icasa: Tchô ficou isolado no centro; Pablo, Gilson e Willians mais preocupados em defender do que atacar; André, Vitor Hugo e Guerreiro rifaram os lançamentos; Andrei nem marcou nem avançou; Obina só teve uma oportunidade para finalizar; Ricardinho, com muitos erros de passes e finalizações, continuou improdutivo. Se fosse prata da casa não teria as mesmas chances. Aliás, Núbio Flávio, outro campeão brasileiro sub-20 mal aproveitado no profissional, em poucos minutos produziu mais que Ricardinho.
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 25 Jan - 10:38

Avacoelhada
Os times que começaram os Mineiros de 2014, 2015 e 2016 foram diferentes dos que terminaram os Brasileiros dos respectivos anos. Em 2014 e 2015, com as mudanças feitas durante a temporada, o time americano dentro de campo terminou a Série B entre os quatro primeiros. Apesar da conquista do Estadual em 2016, a demora para contratar e o nível dos contratados foram entraves para disputar em alto nível a primeira divisão. Os escolhidos de Enderson Moreira para começar a reconstrução do elenco em 2017 terão o desafio de mostrar competitividade, capacidade técnica e regularidade a fim de garantir a manutenção da titularidade e a permanência na equipe até o fim do ano. Quarto-zagueiro, lateral-esquerdo, primeiro volante, articulador central e artilheiro decisivo são posições iniciais mais desafiadoras para dar resultado nas próximas competições.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1427424
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 26 Jan - 10:38

Avacoelhada
Embora a equipe americana esteja em processo de reconstrução, o mínimo esperado dos comandados de Enderson Moreira contra o Ceará deve ser a definição da postura do time. Nem o fator casa poderá ser considerado vantajoso, porque os novos contratados vão estrear no Independência e nem coletivos no estádio realizaram. Ainda assim, a proposta de jogo precisa ser bastante competitiva, ousada e ofensiva. Triangulações pelos lados, cruzamentos da linha de fundo e jogadas criadas pelos meias centralizados poderão ser facilitadores para conquistar a vitória. Matheusinho deve colaborar na marcação, mas, para fazer a diferença, a prioridade precisa ser a criação. Em vez de receber lançamentos em profundidade, partir com a bola dominada. Oportunidade para observar o posicionamento tático de Alex Silva, Auro, Ernandes, Gerson Magrão, Gustavo Blanco e Tony.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1427889
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 27 Jan - 10:59

Avacoelhada
Diego, Dopô, Marcelinho, Patrick, Renatinho e Vitinho, jogadores emprestados ao Guarani, foram titulares no jogo-treino contra o Atlético. Jori só entrou no segundo tempo. Marcelinho e Diego foram participativos na marcação e na saída de jogo. Renatinho jogou muito aberto pela esquerda e não foi o responsável pelas bolas paradas. Deveria ser o cobrador oficial de escanteios, faltas e pênaltis. Gabriel, Michel e Matheus também foram incorporados ao elenco. Matheus parece ser um meia habilidoso. Em 2017, Atlético e Cruzeiro disputaram a Copa Brasil Votorantim sub-15, o Cruzeiro promoveu a Copa Nacional sub-17 e participou com as equipes sub-16 e sub-17. Provavelmente, as categorias de base da dupla participarão de várias competições nacionais e internacionais durante o ano. O América também precisa competir mais vezes contra clubes mais qualificados.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1428394
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 28 Jan - 10:44

Avacoelhada
No empate sem gols com o Ceará, o posicionamento de Alex Silva e Auro ficou bastante confuso. Alex não foi nem zagueiro nem lateral para fazer ultrapassagens. Auro ficou mais posicionado numa linha de cinco defensores, em vez de ser mais agudo pelo lado. Ernandes, que treinou de lateral, jogou de volante. Tony, que havia treinado quase de volante, jogou mais avançado. Magrão, que treinou mais avançado, jogou mais recuado no primeiro tempo. Enderson Moreira vai precisar buscar melhores soluções para as laterais, volante marcador, meia centralizado criativo e atacante de lado. Blanco mostrou qualidade nos passes, mas não tem perfil de primeiro volante. Matheusinho merecia ter feito o gol na finalização mais perigosa do time americano. Rafael Lima e Renato Justi não foram exigidos, e Hugo foi pouco acionado. Camila foi convocada para a seleção feminina.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1428895
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 29 Jan - 11:07

Avacoelhada
Se fosse para escolher só um campeonato a ser conquistado em 2017, alguns americanos escolheriam o bicampeonato mineiro, pela satisfação de vencer a dupla novamente. Mas talvez seja mais interessante utilizar o Estadual para testar mudanças e evitar o desgaste provocado pela sequência de jogos nas competições disputadas. A qualidade do elenco precisa ser testada durante o Mineiro. É preferível mudar por opção a trocar por necessidade devido a suspensões, contusões e até negociações durante o Brasileirão. No jogo fora de casa contra o Democrata-GV, Enderson Moreira deveria promover alterações na equipe a fim de dar ritmo para os que não jogaram ou atuaram pouco contra o Ceará. Alex ou Auro na direita, Pará na esquerda, Jataí ou Maktom de primeiro volante, Matheusinho e Magrão na articulação, e Felipe Amorim ou Mike ou Marion de atacante de lado.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1429160
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 31 Jan - 11:00

Avacoelhada
No primeiro tempo da vitória sobre o Democrata-GV, por 2 a 0, a distribuição tática continuou desequilibrada e complicada, igual ao jogo contra o Ceará. Alex Silva foi improdutivo na confusa mistura das funções de zagueiro e lateral. Auro jogou mais recuado do que avançado e pouco produziu. Magrão, na lateral esquerda, também ficou desperdiçado na marcação. Nas poucas vezes que atacou, criou duas situações de gols. Matheusinho jogou isolado pelo lado e recebeu poucos passes para iniciar as jogadas. Tony apareceu quando avançou pelo centro. No segundo tempo, o posicionamento do time ficou mais descomplicado, bem distribuído e agressivo. Com a entrada de Messias, Alex Silva assumiu a lateral direita e foi mais ofensivo. Magrão e, principalmente, Auro tiveram mais liberdade para atacar e foram mais produtivos. Ainda assim, faltou poder de criação.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancanda-1.1429835
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 1 Fev - 10:53

Avacoelhada
O retorno de Juninho poderá ser um facilitador para resolver problemas posicionais e funcionais na formação da equipe para a temporada de 2017. São muitos volantes com capacidade de jogar mais avançados, de segundo volante e até na posição de meia-atacante, de lado, mas poucos com perfil de primeiro volante marcador, bom no desarme, na bola aérea defensiva e na saída de jogo. Maktom é o que mais se aproxima do estilo desse camisa 5. Juninho, sem avançar tanto, deverá reforçar a marcação na frente dos zagueiros e liberar Blanco para ser o meio-campista, que joga de uma intermediária à outra, com qualidade no passe, assistência e finalização. Com mais um volante no elenco, Ernandes e Pará deverão disputar a lateral esquerda, porque Magrão é mais produtivo e eficiente na parte ofensiva. Tony e Renan Oliveira serão opções de meia centralizado.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1430196
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 2 Fev - 11:04

Avacoelhada
Se Enderson Moreira optar por um esquema mais tradicional, provavelmente, o retorno dentro de campo será mais rápido. A eficiência coletiva será maior se o sistema escolhido potencializar o desempenho de cada jogador. Alex Silva tem força e velocidade para defender e atacar pela beirada. Rafael Lima, contra o Democrata-GV, mostrou que também tem capacidade de jogar na quarta zaga. A lateral esquerda ainda é problemática, porque Magrão não se readaptou, Pará participou de poucos treinamentos, e Ernandes é mais esforçado do que talentoso. Blanco precisa ter mais liberdade de atacar para demonstrar qualidades ofensivas. Matheusinho está sem suporte na criação das jogadas. Magrão, adiantado, Tony e, futuramente, Renan Oliveira precisam chamar a responsabilidade de comandar o time. Hugo necessita receber assistências e cruzamentos da linha de fundo.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1430622
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 3 Fev - 10:46

Avacoelhada
Hugo ainda não teve oportunidades claras para finalizar de longa distância ou de dentro da área. Os melhores momentos do centroavante foram as trocas de passes com Matheusinho, contra o Ceará. Numa delas, passou de calcanhar para Matheusinho fazer o cruzamento buscando Alex Silva. Na outra, fez abertura para Matheusinho cruzar para Gerson Magrão livre de marcação na grande área. As outras participações foram em bolas divididas com os defensores. Os meias de ligação precisam jogar mais avançados, próximos uns dos outros e de Hugo. Falta um meia centralizado mais avançado. Auro e Magrão ainda não definiram se são alas, laterais ou meia-atacantes. Tony não definiu se é segundo volante ou meia-atacante de lado. Matheusinho, contra o Ceará, foi mais dinâmico e participativo, com duas finalizações, os dois cruzamentos citados e uma assistência para Tony.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1431139
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 4 Fev - 11:00

Avacoelhada
Depois de a CBF modificar os critérios dos participantes da Série A1 do Brasileiro feminino, o América confirmou a presença na Série A2. Vale lembrar que, se o time masculino tivesse terminado na frente do Vitória, o feminino disputaria a Série A1. Além do mais, os parceiros Corinthians e Audax disputarão o Brasileiro com duas equipes, mas manterão a parceria na Libertadores. Na conquista do Mineiro de 2016, estava prevista uma vaga para a Copa do Brasil em 2017, porém a competição foi extinta pela CBF. Provavelmente, devido à demora na definição da continuação do futebol feminino no América. Modelo, artilheira, com 30 gols marcados no ano passado, e Carol saíram da equipe. A fim de fortalecer o América feminino, o público presente nos jogos precisa ser maior ou igual ao da final contra o Ipatinga, quando muitos americanos foram ao Baleião.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1431679
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 5 Fev - 10:59

Avacoelhada
No terceiro jogo do início da temporada, o segundo do Mineiro, estreia dentro de casa no Estadual, contra a URT, o Coelhão precisa mostrar um futebol mais convincente nos dois tempos da partida. Quanto mais vitórias convencedoras forem conquistadas, maior será a confiança dos próprios jogadores e dos torcedores nas possibilidades evolutivas da equipe americana. Enderson Moreira deve simplificar o esquema utilizado para tentar aumentar a produtividade individual de cada jogador. Escolher uma tática menos multifuncional, mais bem distribuída e equilibrada. Defensores, meios-campistas e atacantes em blocos compactados, com as dinâmicas variações das transições ofensivas e recomposições defensivas. Talvez seja até mais eficiente, em determinados momentos do jogo, o time jogar mais em função de Hugo do que o centroavante jogar em função do time.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1431870

avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 7 Fev - 11:00

Avacoelhada
O time americano ficou bem distribuído contra a URT, próximo de um 4-3-3, mas no primeiro tempo o posicionamento de Gerson Magrão e Matheusinho deveria ter sido invertido, com Magrão aberto pela ponta, e Matheusinho com liberdade para participar da criação e se aproximar do ataque. Magrão adiantado teve a melhor oportunidade do jogo, porém a origem da maioria das jogadas foi pela direita, com Auro, Tony e Felipe Amorim. No segundo tempo, o lado esquerdo foi mais utilizado. Magrão apareceu mais no jogo, quando começou a jogar avançado pela beirada. Depois, Marion manteve a ofensividade pela esquerda, com Magrão recuado. Auro poucas vezes buscou a linha de fundo. Ernandes, Felipe Amorim e Marion erraram cruzamentos. Aliás, houve muitos erros nos complementos das jogadas. Tony foi o principal distribuidor, e Hugo continuou pouco acionado.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1432645
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 8 Fev - 10:43

Avacoelhada

Pela Copa do Brasil, o América tem a obrigação de superar as condições adversas e conquistar a vitória fora de casa sobre o Atlético-AC. Depois da mudança de regulamento, a margem de segurança do jogo de volta deixou de existir. Nos três jogos disputados em 2017, o setor defensivo do time americano só foi mais exigido no primeiro tempo contra o Democrata-GV. Apesar da maior ofensividade contra a URT, os erros nos cruzamentos e assistências diminuíram o número de conclusões certas. Juninho, o goleiro do adversário, fez apenas uma grande defesa na partida, na finalização de Gerson Magrão. O posicionamento de Hugo deve ser mais bem trabalhado. Ainda não recebeu passes para fazer o pivô nem assistências para finalizar. Também não criou a própria jogada para ser transformada em gol. Pelo menos um atacante de lado precisa ser mais agudo e decisivo.


http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1433065
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 9 Fev - 10:54

Avacoelhada
A fim de evitar que alguns clubes da Primeira Liga escalem times reservas, devido ao conflito de datas comas federações na elaboração da tabela ou por menosprezo à competição, os participantes deveriam ter acordado a utilização de atletas sub-23 mais um determinado número reduzido de jogadores experientes. Milagres poderia ser o treinador nessa situação. As opções iniciais para formar um time mesclado seriam Fernando Leal ou Glauco no gol; Felipinho, Marlon, Roger e Pará na primeira linha defensiva; Christian, Jataí, Maktom, Renan Melo, Renato Bruno e Zé Ricardo, os volantes; Victor Emiliano, o meia-esquerda; Mike, Pilar e Rubens, os atacantes. Ainda há possibilidade de mudanças entre esse time alternativo e o considerado principal. Emprestados pelo América, Bruno Sávio, no Mirassol, e Xavier, no Macaé, se destacaram pelos gols marcados.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1433445
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 10 Fev - 10:49

Avacoelhada
A transmissão pela Itatiaia do jogo entre Atlético-AC e América, com narração de Ênio Lima e comentários de Emerson Romano, relembrou os saudosos tempos em que a torcida americana colava o ouvido no radinho de pilha para sintonizar os jogos do Coelhão. Os confrontos fora de casa raramente eram transmitidos pela TV. No começo da Avacoelhada, na década de 80, os americanos às vezes se encontravam no Chico Sá, na avenida dos Andradas, ao lado da antiga sede, onde foram construídos a atual e o Boulevard Shopping. Os tempos mudaram. Os meios de comunicação evoluíram. O ponto de encontro para torcer pelo América contra o Atlético acreano foi nas redes sociais, mas interligado ao som do rádio, dos mais tradicionais aos dos aplicativos para internet. Apesar da queda de rendimento no segundo tempo, a vitória valeu pela passagem de fase na Copa do Brasil.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1433953
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 11 Fev - 10:46

Avacoelhada
Embora Danilo não tivesse histórico de goleador antes de 2016, ele foi o artilheiro americano com dez gols marcados no ano passado. Em 2017, o ex-prata da casa do Coelhão marcou dois pelo rival Atlético. Os meias e atacantes de beirada do América fizeram poucos gols nas temporadas anteriores. Felipe Amorim foi o que mais fez. Marcou 15 gols pelo Goiás, mas em 2011, e sete pelo Coelhão em 2015. Porém, parece ter perdido a ambição de artilheiro. Mike deve ter potencial, mas ainda não sobressaiu. Marion também marcou poucos gols. Gerson Magrão não tem perfil de goleador. Aliás, o experiente Magrão, que deveria ter passado tranquilidade para o time no segundo tempo contra o Atlético-AC, foi o primeiro a ser substituído porque começou a errar passes e gerou contra-ataques. Uma das carências da equipe é um jogador de lado com poder de finalização.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1434557
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 12 Fev - 11:04

Avacoelhada
Se estiverem liberados pelo DM, Enderson Moreira poderá fazer escolhas para enfrentar a Caldense. A escalação do Renan Oliveira deverá encorpar o time americano porque o meia-atacante tem características ofensivas, poder de finalização e poderá se aproximar do Hugo. Magrão é mais produtivo pela beirada, mas quando avançar carece ser mais preciso nos cruzamentos. Matheusinho e Tony, sem posições fixas, são opções para compor o meio-campo. Felipe Amorim e Marion deveriam ser alternativas de atacantes agudos pelos lados. Alex Silva poderia ser experimentado na lateral-direita para defender e atacar em alta intensidade. Só exerceu a função de lateral no segundo tempo contra o Democrata-GV. Pará deveria continuar na esquerda para ser mais bem observado. Juninho, mais recuado, e Blanco, com liberdade para atacar, são opções para dupla de volantes.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1434722
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 14 Fev - 10:35

Avacoelhada
Os erros do América superaram os acertos no empate por 2 a 2 com a Caldense. No primeiro tempo, Auro, Blanco, Juninho, Pará, Renato Justi e Tony foram ineficientes na saída de bola. A opção de Blanco abrir pela lado e Auro avançar pela direita não funcionou. Pará ficou isolado na esquerda e foi pouco agressivo. Gerson Magrão aumentou a produtividade do ataque pelo lado esquerdo no segundo tempo. Hugo foi mais acionado, mas teve dificuldade para dominar e finalizar. Renan Oliveira finalizou de cabeça no lance do primeiro gol e fez assistência para Felipe Amorim errar uma finalização. Apesar de Felipe Amorim ter feito o cruzamento na jogada do primeiro gol, o atacante errou muitos passes, perdeu a posse de bola várias vezes e livre de marcação dentro da área desperdiçou oportunidades. O setor defensivo falhou pelo alto nos dois gols sofridos.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1435384
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 15 Fev - 11:00

Avacoelhada
A reconstrução de um time durante as competições é um processo bastante complicado. O América fez 14 contratações, mas nem todos podem ser considerados reforços para assumir a titularidade. Enderson Moreira ainda perdeu tempo ao tentar implantar um esquema variável num time desentrosado. A tentativa de cinco defensores na recomposição e três na saída de bola não funcionou. Depois da escolha de um padrão simplificado, houve uma pequena evolução, entretanto erros individuais e oscilações, inclusive dos mais experientes, prevaleceram. Magrão foi irregular contra a URT e o Atlético-AC, mas se destacou contra a Caldense. Tony, mais recuado, jogou bem contra a URT, porém, mais avançado, sumiu do jogo contra a Caldense, no qual Felipe Amorim foi participativo, mas pouco eficiente. Renan Oliveira tem potencial para ser mais produtivo e decisivo.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1435847
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qui 16 Fev - 10:40

Avacoelhada
Alguns americanos valorizam mais o resultado do que o desempenho. Venceu, tá bom. Perdeu ou empatou, tá ruim. Depois da vitória não convincente sobre o Democrata-GV por 2 a 0 e a liderança na primeira rodada, compartilharam o pensamento do Alencar sobre a conquista do bicampeonato. Outros torcedores se preocupam mais com o rendimento do time para conquistar vitórias convencedoras. No Mineiro, o Coelhão precisa ter o controle do jogo e postura ofensiva contra os clubes do interior. Não basta vencer jogando mal ou de igual para igual. Na Copa do Brasil, derrotou o Atlético-AC, mas levou sufoco de um clube quase amador. Até contra o Flamengo, pela Primeira Liga, o atrevimento deve existir. O América precisa ser bastante competitivo.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1436306
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sex 17 Fev - 11:13

Avacoelhada
Mudanças são necessárias, mas devem ser planejadas, com critérios pré-estabelecidos e comunicação transparente. Os gestores definiram metas para o Milagres e periodicamente avaliaram o desempenho dele ou simplesmente comunicaram ao ex-treinador a decisão da demissão? Sobre uma possível zona de conforto, houve algum incentivo de promoção? Por exemplo, o cargo de auxiliar técnico permanente, no profissional. Milagres foi o treinador vencedor da Taça BH Sub-20 em 2014. Depois, a Federação Mineira de Futebol (FMF) transformou a competição em Sub-17, programou o Mineiro Sub-20 com dois meses de paralisação para beneficiar a dupla no Brasileiro. O América concordou e não teve capacidade de realizar amistosos qualificados ou torneios no exterior. O Sub-15 e Sub-17 ficaram fora do Hexagonal do Mineiro devido a modificação no regulamento acatada pelo América.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1436816
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Sab 18 Fev - 10:43

Avacoelhada
Na derrota para o Flamengo por 1 a 0, o América começou recuado, chamou o adversário e sofreu o gol aos 10 minutos do primeiro tempo. Apesar da limitação na transição, passou a ter postura ofensiva, atitude vencedora e mais volume de jogo. Felipe Amorim novamente errou passes e perdeu a posse da bola com facilidade. Magrão foi expulso num lance que poderia ter sido evitado. Aliás, o primeiro amarelo também foi desnecessário. Embora seja experiente, Magrão está com desempenho irregular e comportamento de iniciante mal orientado. Renato Justi é bastante limitado. Devido a ineficiência de Juninho e de Ernandes na saída de bola, Renan Oliveira recuou para começar a jogada e ainda avançou para tentar finalizar dentro ou fora da área. João Ricardo fez três importantes defesas; Marion, uma finalização de longa distância; e Rubens, uma assistência.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1437276
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Dom 19 Fev - 10:09

Avacoelhada
A empolgação da torcida em comparecer aos clássicos no Independência ou no Mineirão era muito maior do que a atual. No antigo Mineirão, os americanos compravam ingressos no dia do jogo, entravam pelo portão 12 e ocupavam a arquibancada no lado esquerdo das cativas até depois do placar. Os bares 31, 32 e 33 ficavam movimentados no intervalo. Com a reforma, o local dos americanos passou a ser variável. A caminhada pela rampa do Mineirinho é longa. Ainda para em algum portão a fim de esperar a torcida adversária passar. As vezes, nessa parada forçada, os monitores orientam os americanos a não provocarem os adversários, o que só aumenta a irritação. Dentro do estádio, não tem lugar para colocar as faixas. Se o torcedor coloca a bandeira de mão em cima do blindex, vem um disciplinário pedir para tirar, mas na maioria das vezes só no nosso setor.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1437572
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Ter 21 Fev - 11:05

Avacoelhada
Perder por 4 a 1 para o rival é bastante lamentável. Entretanto, por mais contraditório que pareça, o time americano esteve próximo de fazer a melhor partida de 2017. Logicamente é possível o contra-argumento de que, se quando jogou bem ainda foi goleado, se tivesse jogado mal a goleada teria sido maior. Mas o elástico resultado adverso não representou o desempenho do Coelhão. Apesar de Auro, Blanco, Messias e Pará serem sub-23 em formação, das limitações do Ernandes e Juninho e da irregularidade do Hugo e Magrão, o América jogou de igual para igual e até melhor que o Atlético em alguns momentos. Auro e Pará, ambos com 21 anos, falharam, mas não devem ser crucificados. Drubscky e envolvidos cometeram erros cruciais na montagem da equipe, com remanescentes pouco qualificados, contratações de vários sub-23 e jogadores sem histórico vitorioso.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1438332
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Marco Antônio em Qua 22 Fev - 11:08

Avacoelhada
Apesar das 13 primeiras contratações, a manutenção do Ernandes na equipe e a readmissão do Juninho, o América ainda não tem 11 jogadores qualificados para formar o time titular. Disputar três competições simultâneas evidenciou a fragilidade do elenco americano. Mesmo assim, vencer o Murici pela Copa do Brasil é obrigação até do Coelhãozinho sub-20. Oportunidade para Enderson Moreira tentar consertar defeitos de posicionamento. Os zagueiros sempre ficam muito expostos sem a proteção de pelo menos um dos volantes. Provavelmente o número de desarmes do Juninho deve aumentar, caso ele jogue mais fixo na cabeça da área, sem avançar. Blanco pela direita, Magrão pela esquerda e Renan Oliveira avançado pelo centro devem completar o losango do meio-de-campo, com Tony de opção; Auro e Pará ou Ernandes nas laterais, Marion e Hugo, na dupla de ataque.

http://www.otempo.com.br/opini%C3%A3o/a-voz-da-arquibancada/a-voz-da-arquibancada-1.1438685
avatar
Marco Antônio

Mensagens : 842
Data de inscrição : 05/08/2014
Localização : Belo Horizonte

Ver perfil do usuário http://www.avacoelhada.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Voz da Arquibancada

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 31 de 32 Anterior  1 ... 17 ... 30, 31, 32  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum